Você acha que testes de DNA (pré-disposição genética) estão somente disponibilizados para os seres humanos? Você já se perguntou se testes de DNA em animais também estão disponível e são aplicáveis? Você nunca se pergntou qual dos cães entre os seus pedigrees é o pai de uma ninhada de filhotes de cachorro? Este último exemplo seria de fato crucial para você querer acompanhar o pedigree dos cães, uma vez que a genética passa de geração em geração.

Testes de DNA para animais de estimação

Primeiramente, é importante saber que o DNA é encontrado em quase todos os organismos vivos, e que alguns organismos, contém o vírus RNA, mas estes são especiais, pois não sabemos se estão estão vivos ou mortos. Ao procurarmos por um teste de DNA para seres vivos de quatro patas (ou duas pernas, neste caso humanos), sempre é importante verificarmos se o laboratório é acreditado para realizar tais testes. A principal acreditação existente no mercado para empresas de testes de DNA é o ISO 17025. Sempre procure informações sobre a idoneidade e transparência das empresas, o tempo de resposta que oferecem para os resultados e prestação de serviço, fornecendo integral assistência e informações ao cliente.

Se você já comprou um teste de DNA para seres humanos, você pode pensar que no processo para animais será exatamente igual. Na verdade, são parecidos. O kit é enviado para casa do solicitante com as instruções de uso, formulários para preencher e o cotonete bucal (swabs) necessário para coleta da amostra de saliva. As aves (pássaros) são as exceções. Estes animais não são esfregados o cotonete bucal, sendo neste caso retirado uma pena ou um pouco de sangue de uma unha cortada por exemplo.

Filiação de Cães

Os criadores, sabem a importância de estabelecer a filiação. Assim como o DNA de um ser humano, o perfil de DENA de um cão é único. A exceção é para cães gêmeos que terão perfis de DNA idêntico. Filiação de cães pode ser estabelecida pelas leis de genética. Sabendo que cada cão tem duas cópias de DNA, uma é herdada do sexo feminino (no caso dos cães, a fêmea), e a outra herdada do sexo masculino (o macho). Isso significa que o teste de DNA pode determinar quais são os cães pais biológicos de uma ninhada.

Muitas empresas oferecem testes genéticos veterinários para qualquer animal domesticado e também o gado, que tem seu DNA muito pesquisado para aumentar o número total de testes de DNA em animais e melhorar a exatidão de resultados. Muitas doenças podem ser detectadas em algo parecido com o teste de pre-disposição genética para humanos, embora para os animais estes testes são específicos e os analistas de laboratório devem saber o tipo de doença procurar. Tal teste é feito de modo a evitar que animais com genes ruins passem para sua descendência. Testes de DNA em animais desafiam constantemente novas fronteiras e podem tornar-se prática padrão para muitos amantes de animais de estimação, criadores e veterinários.