Teste de DNA por infidelidade é o teste realizado quando há dúvidas quanto a fidelidade do parceiro. A idéia por trás do teste por infidelidade é: caso haja suspeita do parceiro e encontra-se qualquer tipo de manchas ou materiais a qual possa ser realizado análises, estes itens estão aptos a serem testados. Ao contrário dos testes de paternidade padrão, o qual utiliza-se cotonetes na boca, um teste de DNA por infidelidade envolve pelo menos uma amostra de DNA discreta (por exemplo, os lençóis da cama em que foi encontrado a mancha)

Mais informações sobre as amostras de DNA discreta

As amostras de DNA discreta escolhidas ou disponíveis são importantes na qualidade dos resultados. Recomendamos que você visite nossa página de teste de DNA discreto para entender os tipos de amostras que podem ser enviadas, como: fios de cabelo, sangue, Kleenexes, preservativos usados entre outros.

A amostra discreta é recolhida e testada da mesma maneira como é feito nas investigações policiais. Alguns procedimentos como coletar as amostras e armazená-las em local seguro para garantir que o DNA não seja degradado é necessário. Algumas outras amostras como fios de cabelo ou cigarros terão suas particularidades de manuseio, como por exemplo o número mínimo de fios que devem ser coletados.

Taxas de sucesso em amostras de DNA discreta

Além dos diferentes custos existentes dependendo da amostra, é importante saber que existem diferentes níveis de aproveitamento da amostra, são as “taxa de sucesso”. Algumas amostras são mais “bem sucedidas” do que outras, o que significa o que DNA extraído pode variar dependendo da amostra na análise do perfil do DNA, sendo mais difícil com algumas amostras do que com outras. A goma por exemplo oferece uma taxa de sucesso de 50% e o sêmen taxa de 90% de sucesso.

Pode haver problemas com as amostras de DNA discreto em um teste de DNA por infidelidade

Se a taxa de sucesso for muito baixa, o teste pode revelar-se inconclusivo. No entanto, isto é raro acontecer. Amostras de DNA podem às vezes serem contaminadas, em caso do não seguimento do correto manuseio sobre as amostras ou por fatores externos. Além disso, o DNA também pode tornar-se degradado em casos de condições ambientais desfavoráveis, tais como níveis elevados de humidade ou contato com produtos químicos. Em alguns casos, pode haver na amostra, por exemplo saliva por engano, uma vez que é permitido o envio via envelope, mas este deve ser lacrado com cola ou lenço de papel molhado, ao invés de saliva.

O que um teste de DNA a infidelidade faz

Uma vez criada a suspeita, você pode enviar uma amostra de DNA discreta (ou mais), juntamente com uma amostra de DNA tirada usando o cotonete na boca (enviado no kit). Sendo o perfil extraído da amostra de DNA discreto, os analistas irão compará-lo com a outra amostra fornecida pelo cliente. Esta outra amostra fornecida é normalmente o próprio DNA do solicitante, (usado com o cotonete na boca disponível no kit de DNA) no qual pode-se elaborar o perfil de DNA e visualizar se o perfil de DNA da mancha é compatível com o do solicitante.

Em seguida, os analistas irão testar a amostra de DNA para verificar se o sexo do doador da amostra discreta é masculino ou feminino. Em alguns casos podem haver mais de um perfil de DNA, (o que é referido como perfil misto), o que significa que há mais do que o DNA de uma pessoa na amostra, sugerindo que mais pessoas poderiam estar envolvidas no caso.

Em alguns casos, os resultados do teste de DNA pode indicar que o DNA não é realmente humano ou pode não haver DNA presente na amostra.

Você pode entrar em contato conosco por telefone ou e-mail para discutir o seu caso em particular, assim conseguimos lhe orientar da melhor maneira referente as suas necessidades